Silvio Santos





Caiu...





Eu quero um ursinho!





Que doido sô!





Tá Dito!





Para quem não tem namorada....

Merry Christmas! Feliz Natal!




O Blog do Inusitado deseja a todos um Feliz Natal!
( do jeito que der... rs)




Arte: Christmas Imperfection by DivineError



Bolo






Então tá...





Mr. P One Man Key





Coisas do Japão




Japan ... a boy watches the beetle sumo competition of the IWBC (Insect World Battle Championships) in a miniature ring in Tokyo, August 26, 2007 / Reuters photo.


Ponte




Philippines ... students wearing rubber boots use chairs as a make-shift bridge to get to a classroom in Taytay, north of Manila, July 18, 2007 / Reuters photo.


"Homem Santo" tem a perna roubada na Índia




Yanadi Kondaiah, um hindu considerado santo, foi roubado. Mas ele não perdeu a carteira ou ladrões invadiram a sua casa. Kondaiah, como um legítimo sadhu (sujeitos incomuns venerados como santos na Índia) de 80 anos, não tem carteira nem casa. Os larápios simplesmente roubaram sua perna direita, que não era mecânica. Exatamente, caro leitor. Os ladrões cortaram a perna e levaram. Acredita-se que o membro tenha (ou tinha - será que depois do ataque tudo continuará?) poderes curativos, de acordo com o Yahoo News India.

O roubo violento aconteceu em Hyderabad. Os ladrões convidaram Kondaiah para tomar uma bebida em forma de agradecimento por uma graça alcançada por intervenção da "perna mágica". O sadhu, que é chegado a um birinaite, aceitou na hora. E toma bebida, e toma bebida! Depois que o velhinho perdeu a consciência totalmente chapado, os ladrões sacaram uma espécie de peixeira e deceparam a perna do pobre coitado de "maneira brutal", segundo a polícia local.


"Sempre fui bom com os outros. Por que fizeram isso comigo?", lamentou Kondaiah no hospital.


O problema é que, ao que parece, com esse incidente, um dos poderes atribuídos a Kondaiah acabou perdendo todo o sentido: diziam que o sadhu tinha capacidade de prever o futuro. Falhou.


Superstições e crença em poderes mágicos são ainda muito disseminadas em regiões rurais da Índia.



Foto: um sadhu como Kondaiah

FONTE


Fast Food





Abbey Road



Artwork by Eterea86


Little Dirty




Photography by Emily Fine



Pé de Pata





Amigos Inseparáveis






Fotos de Andrew Farrington






Acontece...






Papel Higiênico





Cows


Contrastes ou Cada Um Cada Um








Se liga!



Bru



Ahn?!





Old Diva



Foto de Foto: Pavel Kaplun



When Harry Met Sally - The Horror Remix





The Shining Recut





Scary Mary





Anti-Kamasutra





Brega é pouco!










Post original AQUI



Apontador de lápis macabro






Hábitos Saudáveis







Fight for Kisses





Mr. Bean meets the Queen





Cardápio do dia




Viajando por uma região de canibais, um arqueólogo chega a uma lanchonete escondida no meio da selva. O cardápio chama atenção:

- Missionário frito………………………………..? R$? ? ? 30,00
- Guia de safári ao molho pardo……………..? R$? ? 25,00
- Politico ao forno……………………………….. R$? 175,00

Intrigado com a disparidade de preços, ele pergunta ao dono da espelunca a razão pela qual “político ao forno” era um prato tão caro.

- Além de ser muito difícil de ser caç(ss)ado e levar meses cozinhando - respondeu o homem - o senhor por acaso já tentou limpar um deles?




Mr. Hyde Transformation





Indiano se casa com cadela



"Quanto mais conheço os homens, mais gosto das cadelas". Bem que esta frase poderia ser aplicada ao indiano P. Selvakumar. O cidadão simplesmente decidiu se casar como uma cadela! A cerimônia, que teve até vestido de noiva, foi realizada em um povoado perto da cidade de Manamadurai.


Selvakumar, de 33 anos, casou-se com a cadela vira-lata, que vivia na rua, para expiar seu pecado de ter matado um casal de cachorros duas décadas atrás. O homem se sentiu amaldiçoado após as mortes.


"Depois disso minhas pernas e braços ficaram paralisados e eu perdi a audição em um dos ouvidos", contou ao jornal Hindustan Times.


O indiano foi orientado por um astrólogo. Segundo ele, o matrimônio poderia ajudar Selvakumar a se livrar da maldição e a curar os problemas psicológicos que o levaram a matar os animais.


O noivo matou os cachorros quando os animais estavam cruzando...


Hindus acreditam que Deus se manifesta em todos os seres vivos. Vacas e macacos são considerados sagrados na Índia.


Impossível não ficar pensando na lua-de-mel.


Foto: EFE

FONTE



Mente Suja






Escada





Bons de Bola





Qual seria a sua reação?...





Amor Inflável






Campanha





É Proibido!





Eletrizado





Como conquistar garotas com a ajuda do esoterismo



Você encontrou uma gata deliciosa, mas, para seu desespero, ela só transa se Saturno estiver em retrocesso. Em vez da tabelinha, prefere consultar o I-Ching. Acha que Paulo Coelho é um gênio da raça e não apenas acredita em duendes como conhece pessoalmente uns dois ou três.
Bem, temos uma boa notícia: não é preciso se submeter à leitura de obras iniciáticas para fisgar a moça. Basta mentir. Ela não acredita em qualquer coisa? Pois vá em frente! Aqui vão algumas dicas simples de como liberar o druida que existe em você e abater as bruxinhas deste final de milênio.


O coelho corre. Pro abraço

Paulo Coelho é uma espécie de Ratinho do esoterismo: tem milhões de admiradores, mas sua contribuição ao patrimônio cultural da humanidade é muito discutível. A filosofia coelhiana pode ser resumida assim: "Deus está dentro de nós e, se você fizer o bem, tudo vai dar certo". Não é grande coisa, mas, pensando bem, para este final de milênio, até que dá pro gasto. Se a garota que você almeja for leitora do "mago", o melhor é afirmar que você também é um bruxo de grande poder, filiado à Ordem Mística Muito Hermética do Grande Tupper Ware Fechado a Vácuo (O. M. M. H. G. T. W. F.
V.). Convide-a para ver a espada cerimonial da ordem, adiantando com ar de mistério: "Ela é enorme, levemente curvada para a direita, e aumenta de tamanho quando manipulada durante os rituais". Se funcionar, escreva-nos, para que nós da redação também possamos usar o truque.



Elas são do baralho!

Jamais diga que sua especialidade é decifrar os enigmas da sorte no baralho da Playboy. É claro que ela não vai acreditar. Seja mais sutil. Diga-lhe que você vê o destino dos seres humanos num tarô cigano do século XV, e tudo mudará de figura. Ou de naipe. Impressione-a com sua cultura inútil: o Tarô, o mais famoso dos baralhos de adivinhação, foi criado na Itália do século XIV. Alguns espertalhões dizem que é egípcio. Mentira. O baralho originou-se, possivelmente, de um jogo de ilustrações para fábulas medievais que acabou ganhando vida própria sem o texto. O Tarô é composto de 22 Arcanos Maiores e 56 Arcanos Menores. Os Arcanos Maiores têm figurinhas desenhadas e são bem legais; os Menores, muito chatos, nem sequer merecem nossa atenção. Como a interpretação das cartas baseia-se na livre associação de idéias, você só precisará de uma pitada de sensibilidade. Digamos, por exemplo, que, depois de dispor as cartas em círculo e pronunciar palavras cabalísticas em aramaico primitivo, você tire o Arcano 12, vulgo "O Enforcado". imples: "Nossa, gata! Um cara tentou se matar por sua causa, mas é tão burro que amarrou a corda no pé!"



Elemental, caro Watson

Quando ela disser, com aquele sorriso encantador, que viu "um lindo duende esta manhã no jardim", só há duas respostas possíveis: 1. "Ótimo, pega ele pra gente fazer uma salada..." e
2. "Que linda a sua camisa-de-força... É Giorgio Armani?"
No entanto, sarcasmo e ironia nunca ajudaram ninguém a levar uma mulher para a cama (e eu sei do que estou falando). O que você precisa saber para encantar aquela gata de bata indiana, perfume de ervas e incenso nos bolsos é que gnomos e duendes são elementais da natureza. O gnomo é ligado ao reino mineral e o duende ao reino vegetal. Existem também uns bichos ligados aos reinos animal e agual (isso mesmo, agual...), mas isso não vem ao caso. Os elementais se manifestam fisicamente apenas para pessoas que
têm muita "luz", "energia positiva" e "elevada sensibilidade" - e é
exatamente o que você tem de dizer se quiser traçar a garota. Ah, sim! Caso o assunto venha à tona, duendes e gnomos se vestem à moda medieval, uma roupa que até no tamanho lembra a dos anõezinhos da Branca de Neve.


Dois mais dois nem sempre é quatro

Ela se chamava Ivete e agora se chama Hywetteh. Tudo para atrair bons fluidos. Deve ter funcionado, porque o corpinho, hmmmmm, está mais bem desenhado que o símbolo do Yin-Yang. Nesse caso, tudo o que você tem de saber sobre numerologia é que ela é a versão ocidental do cabalismo judaico. Funciona assim: se no princípio era o Verbo, então as letras possuem poder e, bem combinadas, podem atrair a sorte. Em suma, o Aurélio é o nosso Deus e o professor Pasquale o seu único profeta. Não existem dois numerólogos que concordem sobre o poder atribuído a cada letra ou palavra,
portanto, pode dizer o que lhe vier à cabeça. Tipo: "A expressão 'sexo
anal' tem oito letras e a mesma vibração de Hywetteh. Vira, Hywe, vira...". Só não vá mudar seu nome de Fábio Arnaldo para Fasianaldo. Seria ridículo, para dizer o mínimo.



I-Ching

O I-Ching é um oráculo chinês em forma de livro, criado, diz a lenda, pelo imperador Fu-Shi em 2852 a.C. É composto de 64 hexagramas de nomes esquisitos como Ken, Kuan, Tofu, Missoshiru, Tempurá e Chop Suey. Para consultá-lo, basta pegar três moedas e atribuir a cada uma de suas faces os valores "dois" e "três". Jogue-as para o alto seis vezes e observe o resultado. Cada jogada criará uma das seis linhas dos hexagramas do oráculo. Quando tiver todas essas linhas combinadas, você será remetido para uma das páginas do livro. As respostas do I-Ching, "I" para os íntimos, são tão confusas que o oráculo quase sempre acerta. Digamos, por exemplo, que a pergunta seja: "Será que ela vai dar pra mim?" A resposta será sempre algo um tanto nebuloso, coisas do tipo: "Tofu indica que o caminho estará aberto e o sucesso ao alcance". O homem superior, nessas situações, deve ser firme e correto e insinuar que a moça precisa preencher o vazio existencial com uma boa picanha. Não entendeu nada, Gafanhoto? É assim mesmo. O I-Ching exige prática e habilidade. Quanto mais estudo, mais incompreensívelfica. Carl Gustav Jung, o Keith Richards de Sigmund Freud, passou anos estudando o oráculo, o que prova que o I-Ching é um negócio sério.
Ou que Jung não era tão sério assim.




Me Tarzan, you Daime

Cuidado, você está pisando em terreno minado. A gata deliciosa pode muito bem sacar uma borduna da bolsa se você fizer ironia com o Santo Daime. Daime é o chá feito de um cipó pelos índios da Amazônia, também conhecido como ayhuasca. Pois essa gororoba anda fazendo sucesso entre os brancos. E branco, you know, é complicado, neurótico, estressado, culpado, reprimido. Não é capaz de sentir um baratinho e ficar nisso mesmo. Precisa inventar uma religião para justificar a viagem. Nasceu assim o Santo Daime. A seita
saiu da selva e chegou às melhores casas das melhores famílias da nossa melhor sociedade. A executiva de tailleur que você está paquerando no restaurante talvez só se comunique em variações semânticas de uga-buga. À menor provocação, ela é bem capaz de virar bicho. Literalmente: um dos lances do daimismo é encontrar o animal-totem protetor. Se for um tatu-bola, tudo bem. Mas, se pintar uma onça-pintada, saia de perto...



Objeto de desejo voador não-identificado

Ai, ai, ai, meu caro: quer dizer que ela curte homenzinhos verdes e jura que já foi abduzida (não confundir com "abusada" ou "seduzida") por eles?! Ela acha que ArquivoX é baseado em fatos reais?! Não ligue para o hospício. Ainda. Milhões de pessoas afirmam a mesma coisa. Essa crença, a única genuinamente contemporânea, é mais comum do que sonha nossa vã filosofia. Portanto, se a gatinha lunática for gostosa, afirme, sem temer o ridículo, que somos visitados freqüentemente por zeta-reticulanos cinzas e brancos. Ambos vêm da estrela Zeta Retículi, são nanicos, têm um cabeção enorme e
dois olhões pretos, embora não possuam nenhum parentesco com o Inocêncio de Oliveira. Os zeta-reticulanos brancos são gente boa. Já os cinzas não valem um dracma: mutilam animais, seqüestram seres humanos e se escondem na famigerada Área 51, no deserto americano de Nevada. Se, ao dizer tudo isso, ela duvidar da sua sinceridade, erga a mão em sinal de paz e pronuncie várias vezes "Klaatu barada nikto!" Ela vai cair de quatro. Caso ela perceba que esta é uma citação do filme O Dia em Que a Terra Parou,
melhor ainda. Isto só prova quanto você é ligadão no objeto (voador) de desejo dela.



O sexo dos anjos

Um ser humano normal, como você, só recebe a visita de um anjo em três ocasiões:
1. Para avisar que, se não parar com essa história de sodomia (e gomorria), a cidade inteira arderá no enxofre.
2. Para ordenar que você suba num morro e passe a faca no pescoço do seu único filho.
3. Para contar que sua mulher está grávida do novo Messias. A bem da verdade, anjos nunca foram criaturas confiáveis. A começar por Lucibel, vulgo Lúcifer, espécie de Golbery de Deus que surtou, resolveu dar um golpe de estado e se deu muito mal. Apesar dessa índole duvidosa, porém, o culto aos anjos também virou cult neste fim de milênio. A questão, como sempre, é: a gatinha de olhos azuis que acende uma vela para o anjo da guarda todas as noites vale uma reza? Se a resposta for afirmativa, diga-lhe que você é íntimo de Gabriel, Samuel, Azrael, Miguel, Rafael, Manuel ou qualquer outra
coisa terminada em "el" (Pastel e Sarapatel, não). Se quiser impressionar, explique-lhe que os anjos são divididos em três principados ou níveis hierárquicos. O primeiro principado é uma espécie de Forças Armadas de Deus e zela pela segurança do Céu. O segundo é composto de anjos mensageiros, que trazem recados do Senhor para os homens ("Seguinte, tu serás martirizado na próxima quarta-feira de manhã, o.k.?"). O terceiro principado fica na Terra mesmo, protegendo igrejas, cidades e, é claro, a sua gatinha de olhos azuis. Anjos freqüentemente se metem em assuntos terrenos. Ajudaram a tomar Antióquia, por exemplo, 900 anos atrás, durante a Primeira Cruzada. Pelo menos era o que se dizia na Idade Média, um tempo estranho.



Pisando nos astros, distraída

Astrologia é sempre um bom assunto para engatar qualquer conversa. Mesmo que você não saiba absolutamente nada do assunto, pode se sair com essa: "Desculpe, Mô; nós, piscianos do segundo decanato, não acreditamos em astrologia". (Torça para ela não perceber a ironia: pisciano acredita em qualquer coisa!) Algumas informações que podem ajudá-lo a ir ainda mais fundo: a astrologia foi desenvolvida na Babilônia e baseia-se no fato de que a Terra é o centro do Universo e 12 astros circulam ao seu redor, influenciando a vida das pessoas e a programação da TV a cabo. Não cometa a besteira de argüir que a Terra não é exatamente o centro do Universo e que os astros não circulam em torno dela. Você quer ou não quer a menina? Diante disso, tudo mais é irrelevante. Para conquistar gatas que vivem com
a cabeça nas estrelas, vamos lhe ensinar um truque. Você por acaso percebeu que há sempre uma característica bacana e outra nem tanto para cada signo? Pois essa é a lógica zodiacal elementar. O resto dependerá de quão bom você é em matéria de chutes. E, mesmo se errar, não desanime. "Menina, você é tão sofisticada. Aposto que é de... deixe-me ver... Sagitário!" Há sempre o risco de ela responder: "Não, eu sou de Leão..." Respire fundo e vá em frente. "Eu sabia! Mas seu cometa lunar está em Sagitário, certo?" Essa abordagem é um tanto canalha, mas quase sempre funciona. Mesmo quando Júpiter avança pela segunda casa de Saturno, à esquerda de quem entra.



Criança não mente...





Papo de Bar



Dois amigos em um bar, conversando:

- Se por acaso eu transasse com a sua mulher,continuaríamos amigos?
- Não!
- Ficaríamos inimigos?
- Não!
- Como assim, deixaríamos de nos falar?
- Não!
- Então ficaríamos como?
- Quites.


Precisando de óculos?





Ao Mestre Com Carinho





Humor Matemático







Philosophy





Mistakes





Pay Attention, Guys!





De noite na cama...






Tampix





As Aparências Enganam...







Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...